As mulheres vêm conquistando espaço em todos os setores econômicos no Brasil. A participação feminina no mercado profissional já chega a 49,9% (segundo o IBGE), ou seja, metade dos postos de trabalho é delas. A representatividade da mulher no mercado de operações logísticas também tem aumentado.

Quando o assunto é a mulher na logística, um mercado tipicamente masculino, é natural que esse avanço seja gradual. Por outro lado, as indústrias e empresas da cadeia logística podem e devem contribuir para a mudança desse cenário.

Representatividade feminina na GAT Logística

Na GAT Logística as mulheres já representam 14% do quadro de 500 boomerangers (funcionários), um aumento de quase 100% nos últimos cinco anos. O avanço trouxe também um crescimento estrondoso de mulheres em posições de liderança – elas já são 26% de todo corpo de líderes da GAT.

Sendo assim e para celebrar o mês da mulher e as conquistas femininas, a GAT apresentou entrevistas com cinco mulheres que fazem a diferença no dia a dia dos serviços de operações logísticas prestadas pela GAT aos clientes de transporte rodoviário de cargas e clientes de armazenagem e centro de distribuição.

Segundo Dani Guimarães, diretora de Gente & Gestão, a GAT está em plena expansão:

“Estamos crescendo e conforme aumentamos nosso quadro de funcionários a tendência é de que essa estatística de participação de mulheres também cresça. A mulher é forte e determinada, não que os homens não sejam, mas já está claro que nós podemos estar onde quisermos”, disse Dani.

Confira abaixo a entrevista da diretora Dani Guimarães para a série #MulheresnaLogística

Todas as entrevistas da série estão disponíveis nas redes sociais da GAT. Assista para conhecer mais representantes da mulher no mercado de operações logísticas.

LinkedIn | Instagram | Facebook

Dia Internacional da Mulher com #MulheresnaLogística

No mês da mulher lançamos a série #MulheresnaLogística com episódios contando a trajetória de cinco boomerangers da GAT. O objetivo foi mostrar que as mulheres podem e devem estar onde quiserem.

As entrevistas, publicadas nas redes sociais da GAT, foram realizadas com profissionais de trajetória notória e repercutiram positivamente dentro e fora da empresa. As entrevistas podem ser vistas pelo LinkedIn, Instagram ou Facebook da GAT.

No dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, ao chegar para o dia de trabalho, todas foram surpreendidas com um presente (uma bolsa com a hashtag MulheresnaLogística) e uma carta carinhosa para celebrar a data.

Quer saber mais sobre O Papel do Operador Logístico? Clique aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *